José Castello

Da Redação

José Castello. Foto: Divulgação José Castello. Foto: DivulgaçãoJosé Guimarães Castello Branco (Rio de Janeiro RJ 1951). Biógrafo, crítico literário, cronista, romancista e jornalista. De ascendência nordestina, seu pai, José Ribamar Martins Castello Branco vem de Parnaíba/PI, para viver no Rio de Janeiro. José Castello realiza seus estudos no Rio de Janeiro. Mestre em comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, inicia sua carreira jornalística na década de 1970. Na segunda metade da década de 1980, afirma-se como produtor de críticas, reportagens e resenhas literárias para o Jornal do Brasil e para O Estado de S. Paulo. Escreve livros sobre a vida dos poetas Vinícius de Moraes (1913 – 1980) e João Cabral de Melo Neto (1920 – 1999). No livro sobre Cabral, Castello rompe os parâmetros da biografia tradicional, e entrelaça a pesquisa com o contato pessoal.

Esse caminho é seguido também no livro Inventário das Sombras, em que o autor vai além das entrevistas, buscando um retrato intelectual dos escritores José Saramago (1922 – 2010), Clarice Lispector (1925 – 1977), Alain Robbe-Grillet (1922), Adolfo Bioy Casares (1914 – 1999), Manoel de Barros (1916) e Nelson Rodrigues (1912 – 1980), além de relatos dos encontros com o jornalista João Rath (1954) e o artista plástico Arthur Bispo do Rosário (1909 – 1989). Tanto em suas resenhas críticas quanto em suas crônicas e retratos biográficos, apresenta como característica o abrandamento dos limites entre ficção e ensaio, conferindo aos documentos e testemunhos uma visão particular da literatura da pessoa retratada. Em 2001 aventura-se na ficção com Fantasma, inicialmente um projeto de perfil cultural da cidade de Curitiba, que se torna uma ficção de suspense ambientada na capital paranaense, onde Castello reside desde 1994. Em 2007, publica A Literatura na Poltrona, resultado de suas experiências com oficinas literárias e de jornalismo cultural.

Fonte: Itaú Cultural

 Algumas publicações

Vinícius de Moraes - o poeta da paixão / José Castello. Imagem: Divulgação Capa do livro: Vinícius de Moraes - o poeta da paixão / José Castello. Imagem: Divulgação

CASTELLO, José. Vinicius de Moraes – O poeta da paixão. São Paulo, Companhia das Letras, 1994.

Mestre do improviso, estrategista do coração, Vinicius de Moraes (1913-1980) deu forma quase perfeita à nossa experiência da paixão. Durante dois anos o jornalista José Castello realizou centenas de entrevistas com as mulheres, os amigos, os parceiros do poeta; consultou milhares de páginas inéditas, no encalço de seu destino atribulado, repleto de surpresas e reviravoltas. O resultado é o retrato completo de um homem que encantou seus semelhantes, apaixonou-se além dos limites e procurou passar a vida em estado de poesia.

Prêmio Jabuti 1995 de Melhor Ensaio e Biografia.

Fonte: Companhia das Letras

João Cabral de Melo Neto: O Homem sem Alma / José Castello. Imagem: Divulgação Capa do livro: João Cabral de Melo Neto: O Homem sem Alma / José Castello. Imagem: Divulgação

CASTELLO, José. O homem sem alma: João Cabral de Melo Neto. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 1996.

Em João Cabral de Melo Neto: O Homem sem Alma, tendo como matéria-prima cerca de trinta horas de entrevistas, Castello traça o perfil de um poeta rigoroso e delicado – incapaz, no entanto, de lidar com seus próprios sentimentos. A parte inédita, Diário de Tudo, traz agora os bastidores das conversas, com anotações que Castello fazia após cada encontro. Estas páginas, na visão de Silviano Santiago, “são uma pequena obra-prima… Nada mais doloroso e pungente do que enxergar o poeta, encerrado à meia-luz no luxuoso apartamento do Flamengo, sendo tomado por crises de melancolia.”

Fonte: Grupo Editorial Record

Da Redação - Equipe de produção do projeto Prosaico.info

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *